Newsletter

Receba todas as nossas novidades. >>
BIODIVERSIDADE  >  Fauna  >  Borboletas  >  Anthocharis cardamines

Anthocharis cardamines (Linnaeus, 1758)




(Josef Dvorák)


(Josef Dvorák)

  

Família
Pieridae

Nome científico
Anthocharis cardamines

Morfologia externa da espécie
Os machos possuem asas posteriores com fundo branco e mancha subapical laranja e face inferior das asas anteriores com escamas verde-musgo. Nas fêmeas falta a coloração laranja nas asas. Envergadura: 30-45 mm.

Biologia e habitat
Tem uma geração anual. O adulto vê-se de Março a Junho em galerias ripícolas, pradarias e clareiras das florestas até aos 1600 metros de altitude. Os ovos são colocados isoladamente, são ovais, com estrias, amarelos nos primeiros dias e mudando para laranja e castanho, perto do período e emergência das lagartas. Estas alimentam-se de diversas Cruciferas: agrião-dos-prados (Cardamine pratense), mostardas (Sinapsis spp.) e erva-dos-cantores (Sisymbrium spp.). A pupa é hibernante.

Distribuição
Esta espécie ocorre na região paleártica com exceção dos extremos norte e sul. Em Portugal é frequente a Norte do rio Tejo embora não ocorra em algumas zonas do litoral, devido à intensificação da agricultura.

Comentários
Promover a conservação das galerias ripícolas e evitar a erradicação das orlas das florestas são formas de manter esta espécie.